Congresso Internacional

Congresso Internacional Comemorativo do IV Centenário do Nascimento do Padre António Vieira

O IV centenário do nascimento do Padre António Vieira: 1608 – 2008, sob a forma de um Congresso Internacional que teve lugar de 18 a 21 de novembro de 2008 e cuja temática “Ver, Ouvir, Falar: O Grande Teatro do Mundo” reuniu em Lisboa catedráticos e outros estudiosos e investigadores originários e vindos da Alemanha, Espanha, EUA, Brasil, Itália e claro está, Portugal.

Durante quatro dias, palestras e conferências diversas debruçaram-se aprofundadamente na discussão das principais questões que envolveram a vida e obra do Padre António Vieira. O teólogo, político, pregador e até mesmo profeta, viveu a sua vida analisando e pregando com sabedoria o que observava em seu redor. Defendeu Judeus, indígenas e escravos nas Colónias Portuguesas, defendeu as mulheres sem nunca se silenciar perante as injustiças.

Lutou pela unificação do Brasil, pela dignidade dos índios e foi um grande diplomata e estrategista. Um homem com um poder de palavra, uma eloquência e raciocínio apaixonantes e carismáticos, que ambicionou, que sucedeu e que foi perseguido e expulso, quer do Brasil quer de Portugal. As suas aspirações eram essencialmente utópicas, aspirando apenas à implementação na terra dos ideais cristãos na sua essência. Sem a menor sombra de dúvida, António Vieira participou de alguns dos mais marcantes momentos históricos do Brasil e de Portugal. As suas obras, apelidadas de vieirinas são reconhecidas pelo seu carácter histórico importantíssimo.

Elas refletem uma época próspera mas conturbada, onde as grandes figuras de referência da sociedade civil eram claramente o clero e a nobreza. As colónias recentemente descobertas, as suas riquezas, a escravidão, as tentativas de conversão ao cristianismo – a Portugal e à língua Portuguesa, são retratadas e abordadas de forma direta e crua. Apesar dessa crueza, a sua escrita possui uma grande riqueza estilística e semântica que fazem com que a sua obra seja considerada, indubitavelmente, um verdadeiro tesouro linguístico Português.

Todas estas dinâmicas e ainda outras, por exemplo, de cariz mais filosófico ou linguístico foram abordadas no Congresso Internacional Ver, Ouvir, Falar: O Grande Teatro do Mundo. Para além das dissertações mais especializadas, tiveram lugar ainda, atividades de cariz mais cultural. É de realçar a inauguração da exposição do pintor Carlos Dugos, Vieira – O Verbo e a Luz e a exposição de iconografia de Lisboa do Século XVII, pelo Centro de Estudos Olisiponenses. Neste evento foram também recitados excertos de sermões vieirinos pelo ator Luís Miguel Cintra e decorreram concertos, exibições de documentários e muitos outros eventos relacionados com a figura do grandioso “Imperador da Palavara” Padre António Vieira.

0 comments on “Congresso InternacionalAdd yours →

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *